Gnome vs KDE

abril 5, 2007

Bem… Todo dia alguém me pergunta sobre isso. Perguntas como ‘Por que você usa KDE?’ ou ‘O que você não gosta no Gnome?’ e as vezes até mesmo ‘Qual dos dois é melhor?’ eu leio diariamente nos canais sobre linux que eu freqüento. Resolvi criar este post para sanar algumas duvidas…

Antes de tudo, isto é apenas a minha visão. Vocês perguntam a minha opinião e eu dou ela. Se você discorda dela, ou acha que eu estou errado, bem, ai é a sua opnião. :)

Primeiramente, vamos dar uma olhada no ‘first look’:

First Look

Se compararmos dois computadores identicos, um com gnome e outro kde, muitos irão dizer que o kde parece mais o windows, e o gnome tem cor de coco. Bem, eu já ouvi isso mais de uma vez. Dizem também que os menus do Gnome são mais organizados, eu só não entendo o por que. O Gnome tem um menu para aplicativos, outro para as principais pasta e outro para as ferramentas de administração. O KDE tem o menu K, que tem tudo reunido: Utilitários, ferramentas de administração, painel de controle, programas para internet, multimedia e assim vai. E tem outro menu também dos principais locais. Não vejo um motivo para chamar o KDE de desorganizado, é apenas diferente.

Vamos comparar algora alguns programas qt/gtk

Gaim vs Kopete

Eu acho que o Gaim é mais leve, porém mais capado. Apesar do kopete ser mais pesadinho, ele me da a opção de deixar mensagem de status mesmo se eu estiver online. ;x Eu posso ficar com online, mas deixar a mensagem de ausencia como ‘online, só para os amigos’. Com o Gaim, eu posso criar novos status, mas só posso deichar a mensagem se eu estiver em algum estado fora o online. =\ Em outras palavras, no Gaim eu só coloco ‘mensagem de amostra’ se eu nao estiver online.
Outra coisa, a lista de contatos do kopete é muito mais dinâmica, apesar do controlador de várias contas não ser tanto, mas é outra questão de costume: em vez de clicar ali, clica aqui.

Gedit vs Kate

Não posso dizer muito sobre o gedit, apesar de ouvir muito bem dele. Mas não consigo confiar num programa em que o próprio desenvolvedor abandona o projeto. É igual querer usar Windows, mesmo depois da microsoft ter falido. Já o kate, bem, ele é um editor de texto muito sólido. Reconhece as tags de várias e várias linguagens. Tem sistema de gerenciamento de arquivos abertos (você abre ele, e todos arquivos que você tinha aberto nele continuam abertos). Em outras palavras, é um programa que esta grande e continua crescendo muito.

Konqueror/Dolphin vs Nautiulus

O Konqueror, sem duvida, tem sua presença marcante. Não podemos negar que ele é um ótimo gerenciador de arquivos. Idem o Nautilus. O Dolphin, para quem não conhece, é o gerenciador de arquivos ‘secundário’ do KDE. Muitos preferem ele por ser mais leve e voltado para gerenciamento de arquivo e não um ‘faz tudo e muito mais’ igual o Konqueror. A minha opnião é que o Nautilus e o Dolphin fazem o que promete, mas o Konqueror simplesmente abala as estruturas. ;x

X-Chat vs Konversation

Bem… Sem duvida, o X-Chat tem bem mais recursos que o Konversation, mas, e o genreciamento de várias contas(nicks)? E vários servidores? E a ‘amigabilidade'(não estou falando do Amiga haha)? Tudo bem, para o xchat existe bem mais plugins, mas convenhamos, para que? =\ Eu acho que o xchat atualmente é um projeto quase esquecido. Tem muitas vantagens, mas esta parado. O Konversation por sua vez, esta crescendo muito rápido.

Evolution vs Kmail

O Evolution é um projeto que estava parado. Dizem os desenvolvedores que estão reescrevendo ele. Espero ser verdade, por que ele é beeem fraquinho. O Kmail é um outro projeto que anda a passos de formigas, falta pessoas interessadas nele. Particularmente, eu gosto do Kmail por se integrar ao kontact que por sua vez faz parzinho com o Konqueror e tudo mais do kde… =) Já o Evolution é ele por ele mesmo.

Rhythmbox vs Amarok

Talvez esse aqui seja a parte mais inutil do post. Até os maiores adeptos ao gnome reconhece que o Amarok é muito superior. o Rhythmbox é até ‘legalzinho’, mas o Amarok simplesmente é o melhor. Inumeros recursos e plugins fazem dele talvez o mais sólido de todos player de musica em ambientes *nix. Talvez exista um unico player para competir com o amarok, que é o xmms, mas o xmms esta em outra categoria de programa, junto com coisas bem mais simples como fluxbox, tmsnc e xterm.

Dos programas principais creio que seja só isso a comentar. Existem, lógico, a dupla Firefox e Thunderbird que, cá entre nós, eles recebem um GRANDE patrocineo por trás e não dá para competir… É quase falar que o Kurumin tem como competir como Ubuntu. A Mozilla e a Canonical são gigantes, simplesmente pisam em cima dos pequenos. =\ Nada contra isso, mas é um fato. Outro caso é o OpenOffice, mas eu (EU!!) prefiro o Koffice. Por que? OpenOffice é um jumbo… E o Koffice faz básicamente tudo que eu preciso… =)

Talvez seja interessante falar sobre os monitores de sistema. Temos de um lado o Superkaramba e do outro o Gdesklets. O Superkaramba até onde eu sei é de longe o mais personalizavel, porém o Gdesklets é o mais leve. Como eu não usei gdesklets não quero comentar muito sobre ele.

Bem, ai esta a minha opnião… Vocês pidiram, vocês tem agora. =) Sem flames, por favor. ;p

<post sujeito a updates>

Powered by ScribeFire.

3 Respostas to “Gnome vs KDE”

  1. jmo Says:

    É isso ai pascutti,

    Acho que todos que usam linux deveriam ter sua opinião, usar os dois GNOME e KDE para somente depois ter uma idéia do que é melhor, temos que acabar com essa maniar de falar do que não se conhece e se necessário juntar dos dois o que há de melhor.

    Nota 10 para seu comentário.

    Eu uso KDE e vou continuar usando. Questão de gosto!!!!

  2. Kuric Says:

    Prefiro KDE, sem dúvida alguma! GNOME tem um aspecto insosso, triste e simplista; KDE é muito mais moderno e atraente… mas gostos são gostos.

    A comparação entre os programas que você fez é acertadíssima e também nesse ponto não vejo qualquer vantagem em aderir ao GNOME. Prefiro, por exemplo, usar Kubuntu em vez do Ubuntu, apesar de muito se dizer que tem o KDE mal integrado (parece que virou moda dizer isto mas ninguém explica porquê).

    O único benefício que eu encontro na utilização do Ubuntu é, talvez, o facto de se encontrar mais rapidamente na net a resposta para algum problema, uma vez que os foruns Ubuntu funcionam muito bem actualmente. Mas a analogia com o Kubuntu muitas vezes resulta e também se consegue achar a solução.

    Bom, possivelmente a discussão GONE vs KDE não terá fim próximo mas até seria interessante alguém fazer um estudo sobre o perfil psicológico das pessoas que preferem um ou outro ambiente. Estou perfeitamente convecido de que a opção entre KDE ou GNOME revela algo sobre a personalidade de cada um de nós ;-)

    Abraço!

  3. herval Says:

    a parte do gnome com cor de coco eh a melhor parte do post… ;)
    estou comecando a brincar de kde agora, depois de um bom tempo de gnome (ubuntu)… vamos ver o que acho. Seu post certamente gerou expectativas!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: